Estrada Cuiabá a Goiás em 1736 - Estrada Cuiabá a Goiás em 1736 PDF Imprimir E-mail
Índice do Artigo
Estrada Cuiabá a Goiás em 1736
História
História
História
História
História
História
Todas as Páginas


FONTES E BIBLIOGRAFIA PRELIMINARES:

A)   Fontes manuscritas:
UFMT/NDHIR, Termo e auto da junta do senado da câmara da Vila Real do Senhor Bom Jesus do Cuiabá.  Departamento de História.  Microficha n. 14, Doc. 176.

B)  Fontes impressas:
D’ALINCOURT, Luiz.  Memória sobre a viagem do porto de Santos à cidade de Cuiabá. Belo Horizonte, Itatiaia; São Paulo: EDUSP, 1975.
REQUERIMENTO DE PROVISÃO DO CAPITÃO ANTONIO PINHO E AZEVEDO. Revista do Instituto Histórico de Matto-Grosso. Cuiabá, Tomos 39 e 40, 1938.
SÁ, Joseph Barboza de.  Relaçaó das povoaçoens do cuyaba e mato grosso de seos principios thé os prezentes tempos. Cuiabá: UFMT/SECMT, 1975.
TAUNAY, Afonso de E.  Relatos monçoeiros.  Belo Horizonte,   Itatiaia; São Paulo, EDUSP, 1981.

C)  Bibliografia:
BRANDÃO, Jesus da Silva.  História da navegação em Mato Grosso.  Cuiabá:  Livro Matogrossense, 1991.
CORRÊA FILHO, Virgílio.  História de Mato Grosso.  Coleção Memórias Históricas. Várzea Grande-MT: Edição da Fundação Júlio Campos, 1994. V. 4.
HOLANDA, Sérgio Buarque de.  O extremo oeste. São Paulo:  Brasiliense, 1986. (póstumo)
LENHARO, Alcir.  Crise e mudança na frente oeste de colonização. Ensaios 1. Cuiabá: UFMT / PROEDI, 1982.
MAGALHÃES, Basílio de.  Expansão geographica do Brasil Colonial.  2 ed. São Paulo: Nacional, 1935, vol. 45 (Bibliotheca Pedagogica Brasileira,  Série V,  “Brasiliana”).    
MESQUITA, José de “Antonio de Pinho e Azevedo” In: Gente e coisas de antanho. Coleção Cadernos Cuiabanos. org. Prof. Dr. Carlos Rosa. Cuiabá: [Prefeitura Municipal de Cuiabá], 1978, vol. 4.
MESQUITA, José de.  A chapada cuiabana. Cuiabá: Fundação Cultural de Mato Grosso, 1977.
PALACIN, Luiz. Goiás 1722-1822: Estrutura e conjuntura numa capitania de Minas. Goiânia: Oriente, 1976.
PALACIN, Luiz; GARCIA, Ledonias Franco e AMADO, Janaína.  História de Goiás em Documentos - I Colônia.  Coleção Documentos Goianos - n. 29 - Goiania:  UFG, 1995.
ROSA, Carlos Alberto. Esbarro no hoje, recuo no     tempo, galope na história.  Notas preliminares para um estudo das relações Cuiabá - Chapada.  Cuiabá: Rotular, 1994.
VOLPATO, Luiza Rios Ricci.  A conquista da terra no universo da pobreza: formação da fronteira oeste do Brasil, 1719-1819.  São Paulo, HUCITEC;  Brasília, INL, 1987.
HOLANDA, Sérgio Buarque de.  Monções.  3 ed.  São Paulo:  Brasiliense, 1990.

D)  Monografias e teses:
MATTOS JR, Jorge B.  A ocupação da Chapada dos Guimarães no período colonial. Monografia de especialização. Cuiabá: UFMT., Departamento de História, Curso de Especialização em História e Historiografia de Mato Grosso, 1983.
SALLES, Gilka V. F. D. Economia e escravidão em Goiás colonial. Tese de Doutorado. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1981.

E) Outros:
ROSA, Carlos A.  Síntese de aula expositiva sobre o Anal de Vila Bela da Santíssima Trindade.  Cuiabá:  UFMT.  ICHS, 1997.

1 Sérgio Buarque de Holanda,  Monções, p. 77-104.
2 Joseph Barbosa de Sá. Relaçaó das povoaçoens do Cuyaba e Mato Grosso de seos principios   thé  os  prezentes  tempos, p. 20.
3 Sérgio B. de Holanda,  Monções,  p. 77-104 .
4 Afonso de E. Taunay,  Relatos Monçoeiros,  p. 55.
5 Barbosa de Sá, Relaçaó das povoaçoens do Cuyaba e Mato Grosso de seos principios   thé  os  prezentes  tempos,  p. 36.
6 Carlos Alberto Rosa,  Síntese de aula expositiva, 1997.
7 Lenharo,  Crise e mudança na frente oeste de colonização,  p. 17.
8 Alcir Lenharo, op. cit.,  p. 19.
9 Ufmt/Ndhir, Auto e Termo da Junta do Senado da Câmara da Vila Real do Senhor Bom Jesus do Cuiabá, Microficha no 14, Doc. 176.
10 Ufmt/Ndhir, Id., Ibid.
11 Gilka V. F. D. Salles., Economia e escravidão em Goiás colonial,  p.139;  Luiz Palacin, Goiás 1722-1822:  estrutura econômica numa capitania de Minas, p. 47.
12 Gilka V. F. D. Salles, op. cit., p. 139-141.
13 Sérgio B. de Holanda.  O extremo oeste, p.
14 Ufmt/Ndhir, Microficha no 14, Doc. 176.
15 José de Mesquita, Antonio de Pinho e Azevedo.  In Cadernos Cuiabanos (org. Prof. Dr. Carlos A. Rosa), p. 148-155.
16 José de Mesquita, op. cit., p. 148-155.
17 Requerimento de Provisão do Cap. Antonio Pinho e Azevedo, Revista do Instituto Histórico de Mato Grosso, Tomos XXXIX e XL.  Ano XX, 1938.  p. 96.
18 Luiza R. R. Volpato.  A Conquista da terra no universo da pobreza, 1987.
19 Requerimento de Provisão do Cap. Antonio Pinho e Azevedo, Revista do Instituto Histórico de Mato Grosso, Tomos XXXIX e XL.  Ano XX, 1938.  p. 96.
20 Roberto Southey, Apud Basílio de Magalhães, Expansão geográfica do Brasil Colonial, p. 217.
21 Requerimento de Provisão do Cap. Antonio Pinho e Azevedo, Revista do Instituto Histórico de Mato Grosso, Tomos XXXIX e XL.  Ano XX, 1938.  p. 96.
22 Carlos A . Rosa,  Esbarro no hoje, recuo no tempo, galope na história,  p. 13.
23 Joseph Barbosa de Sá, Relaçaó das povoaçoens do Cuyaba e Mato Grosso de seos principios   thé  os  prezentes  tempos, p. 37.
24 Mattos Jr.  A ocupação da Chapada dos Guimarães no período colonial, p. 7.
25 Alcir Lenharo, op. cit., p. 28.
26 Alcir Lenharo, op. cit., p. 21.
27 Idem, op. cit., p. 28.
28 Luiz D’Alincourt, Memória sobre a viagem do porto de Santos à cidade de Cuiabá, p. 153.
29 Atual cidade de Chapada dos Guimarães.
30 Sérgio B. de Holanda.  Monções, 1990, p. 115.